ECOS & REFLEXOS da BE

terça-feira, 6 de setembro de 2016

PONTES para ORIENTE

O projeto Pontes para Oriente resultou da candidatura da Biblioteca Escolar ao projeto Leituras d'Oriente e d'Ocidente, uma parceria entre o Plano Nacional de Leitura e a Fundação Oriente Museu. Pretendeu-se, com este projeto levar a Comunidade Educativa a descobrir os contributos civilizacionais mútuos de Ocidente e de Oriente, através da construção de uma ponte entre Portugal e Timor.


A apresentação do projeto à Comunidade foi feita na atividade SOPA SOLIDÁRIA, a 16 de outubro, no Dia Mundial da Alimentação. Neste dia as turmas que quiserem participar confecionam, com a ajuda dos pais e professores, uma sopa que é servida a todos os membros da comunidade educativa que aparecerem na escola. A Biblioteca Escolar também participou, oferecendo a quem esteve presente TUKIR de CABRITO, um prato típico de Timor Leste.








A 11 de novembro, dia de São Martinho, o projeto Pontes para Oriente foi levado para fora de portas, através da atividade Feira de Sabores. A Turma do 7º B, desenvolveu a atividade Agora Leio Eu! oferecendo a todos os presentes Lendas Timor Leste: a lenda das Abóboras, a lenda de Rai Kotu e a lenda do Crocodilo.
Na banca da BE e BM oferecemos receitas típicas,  Segredos d'Oriente,  Bolinhos e Licores de Especiarias.













Na festa de Natal da Escola a Turma do 6º B e a Equipa da Biblioteca Escolar entoaram uma música típica de Timor: Ko Le Le Mai.


Sob o tema 'Elos de Leitura' a 10ª edição da Semana da Leitura iniciou-se no dia 14 de março com a inauguração e abertura da exposição "Um olhar sobre Timor" da autoria de Margarida Pereira-Müller e Hans Jurgen Müller, uma cedência da Biblioteca João Paulo II da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.















De mãos dadas com o Projeto "Pontes para Oriente" a festa da leitura prosseguiu com duas sessões de contos tradicionais timorenses contados por Margarida Pereira-Müller.







Ao longo de toda a semana quem nos visitou pode ainda ver a exposição ' Pontes para Oriente' que contou com a colaboração  do Clube de Artes. 
Os alunos criaram pequenas réplicas das portas típicas timorenses com a técnica da lino gravura.
As portas estão associadas a uma das manifestações artísticas de Timor e do Sudeste Asiático. São ricamente decoradas com motivos diversos e podem servir de porta de entrada da casa ou porta para o sótão.













Os alunos de 3º ciclo recordaram Timor através da ilustração de lendas em  Banda Desenhada. 











 Contámos com a presença e preciosa colaboração da escultora Maria Leal da Costa que nos ofereceu a cofragem de um crocodilo.




Colaboraram connosco, na exposição,  a Delta Cafés e Uma Timor Salurik.









Lendas do Sol Nascente

A Turma do 7ºB preparou três representações mímicas de Lendas Timorenses:

A lenda da nascente de Lika-Lale

A lenda do príncipe Mau Lelo - Sol

Uma Lenda Timorense - A lenda do crocodilo

A semana da leitura terminou com a apresentação de uma dança relacionada com as colheitas em tempos de guerra, intitulada TEBEDAI.  Este trabalho foi realizado pela turma do 6ºB e é da responsabilidade do professor Carlos Velásquez.



Visita de estudo à Fundação Oriente Museu










Decorreu entre 16 e 21 de maio mais uma edição da Semana Cultural da Biblioteca Escolar e da Biblioteca Municipal que contou, como sempre, com o apoio do Agrupamento de Escolas e do Município de Fronteira. Esta Semana foi pensada para proporcionar à Comunidade Local momentos de prazer, de conhecimento e de desenvolvimento, únicos. Além da habitual feira do livro esteve patente no rés-do-chão e primeiro andar todo o trabalho apresentado durante a Semana da Leitura e ainda mais algumas lendas...

  




... maquetas inspiradas nas casas sagradas timorenses realizadas pelas turmas do 9º A e 9ºB com k-line e palha.

As casas sagradas são construídas em madeira, normalmente sobre pilares cuja principal função é protegê-las da entrada de animais. O seu interior é também em madeira, e os telhados são normalmente de colmo ou outras fibras naturais. Elas apresentam uma dupla função: funcionam como armazém de cereais e como lugar onde se guardam os objetos sagrados





... e ainda...


Réplicas de máscaras inspiradas nas máscaras de madeira de Timor, as quais segundo Centeno e Sousa (2001:107) eram usadas em rituais funerários.

Estas réplicas foram realizadas no Clube de Artes com aproveitamento de materiais, cartão, jornal, cola branca e, no final, pintadas com spray.


Sessão de autor


Visitou a nossa escola a autora Ana Cristina Luz que nos brindou com a história de um búfalo preguiçoso que não queria trabalhar porque tinha medo de se sujar. A sessão foi dirigida às crianças da Educação Pré-Escolar e ao 1º Ciclo do Ensino Básico





Houve ainda lugar para apresentar as representações mímicas, as músicas e a dança a toda a Comunidade Educativa:

O príncipe Mau Lelo - Sol





A nascente de Lika-Lale



 Uma lenda timorense -a lenda do crocodilo






Estabelecemos Pontes para Oriente... continuaremos a caminhada!